Categoria: Psicologia

Como confirmar um diagnóstico psicopatológico?

Vontade reduzida para sair de casa e de realizar atividades cotidianas, apatia frequente ao lembrar que há trabalhos da faculdade para serem feitos, choro constante ao evocar memórias relacionada à família, desânimo ao perceber que suas notas estão diminuindo no decorrer do semestre, dificuldades acentuadas em fazer novas amizades, sentimentoContinuar…

Estratégias de enfrentamento na Terapia Cognitivo-Comportamental

  Estratégia de enfrentamento, ou na língua inglesa, coping, é um conjunto de esforços cognitivos e comportamentais para lidar com demandas externas e/ou internas específicas. Essas demandas são entendidas como situações estressantes, pois acabam excedendo os recursos que a pessoa possui para enfrentá-las. A estratégia de enfrentamento caracteriza-se como umContinuar…

O que é um psicopata? O cérebro e a genética — Parte 2

  No primeiro artigo – essencial para a compreensão deste – esclarecemos algumas das principais dúvidas que rodeiam o assunto. No entanto, não trouxemos à tona a fisiopatologia do transtorno de personalidade antissocial (TPA), ou como fizemos a distinção, psicopatia – distinção a qual será extremamente importante para a terceiraContinuar…

As áreas de atuação do psicólogo esportivo

“O que um psicólogo faz na área de prática esportiva e exercício físico?” costuma ser uma pergunta recorrente as pessoas que não a conhecem.   Como já fora dito anteriormente, não é uma área exclusiva dos psicólogos, sendo inserida na conhecida ciência do esporte, tratando de uma interdisciplinaridade com outros profissionaisContinuar…

Como funciona a terapia comportamental em crianças com TDAH?

A Academia Americana de Pediatria recomenda que os médicos prescrevam terapia comportamental antes do remédio para pré-escolares com TDAH. Infelizmente, menos da metade faz. Não fique no lado errado do tratamento para o seu filho, independentemente da idade dele.     Imagine a existência de tratamento que possa gerenciar oContinuar…

Terapia comportamental aumenta a conectividade em cérebros de pessoas com TOC

  Pesquisadores da UCLA (University of California, Los Angeles) relatam que pessoas com transtorno obsessivo-compulsivo, quando tratadas com uma forma especial de psicoterapia, demonstram alterações distintas em seus cérebros, bem como melhora em seus sintomas.   No estudo, publicado na Translational Psychiatry, pessoas com TOC foram submetidas diariamente à terapia cognitiva-comportamentalContinuar…