Categoria: Psicologia Política

Irracionalidade onipresente

  Uma das mais importantes lições que a psicologia nos deu, senão a mais importante, é esta: a ignorância é nosso estado natural por direito. É o produto direto de como nossa mente trabalha. São toneladas de experimentos realizados no correr das últimas décadas confirmando de forma exaustiva que asContinuar…

Pós-verdade e a era da (des)informação

  A palavra da vez é “pós-verdade”. O substantivo foi eleito pela Oxford Dictionaries como a palavra do ano de 2016. Trata-se de um neologismo para a situação em que fatos e análises especializadas têm menos influência na formação da opinião pública do que o apelo a emoções, a crendices pessoaisContinuar…

O efeito das memórias e informações falsas

  O âmbito jurídico, assim como outros âmbitos de atuação do psicólogo, constitui uma área de fazeres em que vidas humanas são definitivamente mudadas. Seja por intervenção na forma do poder estatal, que integra obrigações e restrições forçosas e legitimadas, ou por abonos, alívios e restituições, os sujeitos que seContinuar…

Crença, emoção e identidade: por que reagimos mal a refutações?

  Uma característica curiosa de nossa mente é sua formidável aptidão para ignorar provas que porventura refutam nossas crenças. Mas a mente humana é gananciosa. Não se contenta em preservar crenças valiosas suprimindo contraprovas. Para garantir a perpetuação de uma crença nossa mente a faz reluzir com ainda mais ímpetoContinuar…

Jogos de soma positiva

  Um jogo de soma zero é uma interação na qual o ganho de um partido é igual à perda do outro partido — a soma dos seus ganho e perda é zero (mais precisamente, é constante passando por todas as combinações de seus cursos de ação). Partidas esportivas sãoContinuar…

O mais forte preconceito foi identificado

  Se você estivesse num comitê de seleção com a tarefa de escolher alguém para contratar (ou admitir na sua universidade, ou para receber um prêmio em seu campo), e se resumisse a dois candidatos que fossem igualmente qualificados em medidas objetivas, qual candidato seria mais provável que você escolhesse?Continuar…

Sexo

  O poeta Philip Larkin celebremente proclamou que o sexo começou em 1963. Ele foi inexato por volta de 800 milhões de anos. Além disso, o que começou nos anos 1960 foi, antes, uma campanha para banir o sexo — em particular, diferenças de sexo — em favor ao gênero.Continuar…

A psicologia social de uma nação dividida

  Por décadas os psicólogos sociais têm demonstrado que nossos sistemas de percepção social estão recheados de vieses e erros. Tendemos a superestimar as características particulares dos outros como base para avaliar suas conclusões (Ross, 1977), a tratar membros de grupos artificialmente diferentes do nosso de modo negativo (Billig &Continuar…