Categoria: Psicologia Comportamental

Como funciona a terapia comportamental em crianças com TDAH?

A Academia Americana de Pediatria recomenda que os médicos prescrevam terapia comportamental antes do remédio para pré-escolares com TDAH. Infelizmente, menos da metade faz. Não fique no lado errado do tratamento para o seu filho, independentemente da idade dele.     Imagine a existência de tratamento que possa gerenciar oContinuar…

Terapia comportamental aumenta a conectividade em cérebros de pessoas com TOC

  Pesquisadores da UCLA (University of California, Los Angeles) relatam que pessoas com transtorno obsessivo-compulsivo, quando tratadas com uma forma especial de psicoterapia, demonstram alterações distintas em seus cérebros, bem como melhora em seus sintomas.   No estudo, publicado na Translational Psychiatry, pessoas com TOC foram submetidas diariamente à terapia cognitiva-comportamentalContinuar…

Comportamento = genes + ambiente: Errado!

  Você diria que o comportamento do seu computador ou smartphone é determinado por uma interação entre o seu projeto inerente e o modo como ele é influenciado pelo ambiente? É improvável — dizer uma coisa dessas não seria falso, mas seria obtuso. Sistemas adaptativos complexos têm organização não aleatóriaContinuar…

O erro fundamental de atribuição

  Aristóteles pensava que uma pedra afunda quando jogada dentro d’água porque tem a propriedade da gravidade. É claro que nem tudo afunda quando jogado dentro d´água. Um pedaço de madeira boia, porque tem a propriedade da leveza. As pessoas que se comportam moralmente se comportam assim porque têm aContinuar…

Onde mora a felicidade?

    Todo esforço humano para agir parece se revelar na busca incessante pela felicidade. Ela é a razão da paz e da guerra, do amor e do ódio, da deliberação da vida ou da morte. O filósofo Blaise Pascal (1958, p. 98) afirmou: “a vontade nunca dará o últimoContinuar…

O que nos leva ao esquecimento?

O estudo do comportamento, por vezes, suscita alguns questionamentos simples, porém muito dignos do tempo que investimos para tentar responde-los. Apesar de parecerem questões óbvias ou ridículas à primeira vista, podem, após análise pormenorizada, se apresentar como um nó górdio às nossas reflexões.   Um exemplo de questionamento aparentemente básicoContinuar…

A contingência da Economia de Fichas: Parte II

Aqui apresentamos a continuidade da explicação sobre o método de intervenção contingencial, conhecido como Economia de Fichas, que foi iniciada no texto “A Contingência da Economia de Fichas Parte I”, que você pode acessar aqui.   Para fazer as fichas são necessárias cartolinas de três cores diferentes, cortadas em quadradosContinuar…

A contingência da Economia de Fichas: Parte I

Existe um número grande de procedimentos fundamentados pela Análise do Comportamento. Em uma sessão de terapia, eles são utilizados de modo coordenado e dinâmico para darem corpo às estratégias analíticas e interventivas do profissional. Mesmo havendo muitos métodos à disposição, a maneira própria pela qual funciona a Análise do Comportamento permiteContinuar…

Um pouco sobre comportamentos inúteis

Por que temos ações aparentemente desprovidas de utilidade? Você já se perguntou sobre o que está relacionado aos movimentos sinuosos e bruscos que um jovem faz com o joystick do Playstation sem que tais movimentos possam produzir algum efeito sobre o jogo?   Hábitos inúteis são intrigantes na mesma proporçãoContinuar…